Ação internacional nos DSS

Por Alberto Pellegrini Filho e Mario Rovere

04/08/11 | 01:08

Seminário Preparatório para a Conferência Mundial de DSS

O último capítulo do relatório da Comissão da OMS sobre DSS enfatiza a necessidade de um movimento internacional para promover e sustentar uma mudança substantiva na maneira como se enfrentam os DSS globais e nacionais visando à equidade em saúde entre os países e em seu interior.

A capacidade científica e tecnológica atualmente existente tem um enorme potencial para responder a novas e antigas necessidades de saúde, contribuindo para uma melhoria da situação de saúde dos diversos grupos da população. Entretanto, o investimento em C&T está mais concentrado que o próprio investimento em saúde. Como resultado, a maior parte dos investimentos em pesquisa se concentra nos problemas de saúde dos países mais desenvolvidos e as conquistas tecnológicas acabam sendo custosas e inacessíveis para a maior parte dos países.

A cooperação internacional, a ação dos países, das empresas, das organizações da sociedade civil e dos organismos internacionais é fundamental para facilitar o acesso às tecnologias de eficácia comprovada que possam melhorar a vida das pessoas e reduzir as diferenças inaceitáveis na situação de saúde e acesso aos serviços.

A ação sobre os determinantes globais da saúde, tais como a regulação do comércio internacional, dos fluxos financeiros, da propriedade intelectual de bens sanitários, da proteção do meio ambiente exige novas formas de organização e de atuação das instituições de governança global.

Espera-se que a discussão sobre este tema permita identificar mecanismos concretos de cooperação técnica e financeira com o objetivo de:

- Alcançar metas de equidade global mobilizando recursos e conhecimentos para diminuir as diferenças entre países,

- Estimular a cooperação técnica entre países,

- Aprofundar a articulação entre os organismos multilaterais para enfrentar problemas complexos com projetos transversais comuns;

- Promover a crescente participação da sociedade civil nos organismos internacionais.

Citação Bibliográfica

Pellegrini Filho A, Rovere M. Ação internacional nos DSS [Internet]. Rio de Janeiro: Portal DSS Brasil; 2011 Ago 04. Disponível em: http://cmdss2011.org/site/2011/08/acao-internacional-sobre-os-dss/

Alberto Pellegrini Filho e Mario Rovere

Alberto Pellegrini Filho é Coordenador do Centro de Estudos, Políticas e Informação sobre Determinantes Sociais da Saúde (CEPI-DSS) da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca da FIOCRUZ.

Mario Rovere é médico, presidente da Associação Latino Americana de Medicina Social (ALAMES).


Deixe um comentário