Seminário e publicação lançam olhar para as desigualdades em saúde no Brasil

Por André Bezerra - Icict/Fiocruz

28/11/16 | 16:11

Ao longo dos últimos meses, diversos pesquisadores vêm se debruçando sobre os resultados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS 2013), que trouxe dados inéditos sobre as condições de saúde, riscos e acesso a serviços pela população brasileira, ao longo de quatro volumes editados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As análises realizadas foram publicadas em novembro, no suplemento “A Panorama of Health Inequalities in Brazil”, do periódico International Journal for Equity in Health.

É um abrangente panorama das desigualdades em saúde no Brasil, que traz 14 artigos inéditos, avaliados e publicados por um dos periódicos internacionais mais importantes nessa área. O suplemento foi editado por James Macinko, professor dos departamentos de Ciências da Saúde Comunitária e Gestão e Políticas de Saúde da Universidade da Califórnia em Los Angelas (UCLA), e Célia Landmann Szwarcwald, pesquisadora titular do Icict/Fiocruz, e também uma das responsáveis pela coordenação técnica do estudo da PNS 2013.

Dentre os temas abordados nos artigos estão os hábitos de saúde, desigualdades econômicas e limitações funcionais entre a população brasileira, desigualdades na expectativa de vida saudável entre os brasileiros, cobertura e acesso na saúde reprodutiva e maternal, doenças crônicas, acidentes e violências, e desigualdades no acesso a serviços no Brasil. Participam do suplemento pesquisadores de instituições nacionais e internacionais.

Do Brasil, participam pesquisadores da Fiocruz, da Universidade de Campinas (Unicamp), da Universidade Federal de Pelotas, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Universidade Federal de Goiás (UFG). Também participam autores de instituições internacionais, da University of Illinois at Urbana-Champaign, da New York University, da Emory University e da Rollins School of Public Health, de Atlanta.

Segundo os editores, essa série de artigos demonstra o estágio atual e a profundidade das desigualdades em saúde no Brasil por meio de diferentes análises, metodologias e indicadores de saúde. Os artigos foram selecionados pelo mérito científico, de forma a trazer visões complementares aos temas da desigualdade em saúde, explorando as diferentes maneiras em que as condições sociais se refletem das desigualdades em saúde em um país de proporções tão diverso e vasto.

“Todos os 14 artigos usaram dados da PNS para investigar as desigualdades em saúde. É um campo bastante importante pois avalia injustiças sociais que impactam a saúde, seja entre diferentes regiões ou classes sociais, dentre outros fatores, a partir de uma fonte de dados bastante recente”, avalia Celia Landmann Szwarcwald, pesquisadora do Icict e uma das editoras do suplemento. A Pesquisa Nacional de Saúde é um estudo nacional de base domiciliar que investigou dados sobre a autopercepção do brasileiro em relação à sua própria saúde e condições de acesso, em uma amostra de mais de 80 mil domicílios da base da Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar (PNAD).

O Laboratório de Informação em Saúde (Lis/Icict) participou da construção da amostra e do questionário de campo, além da discussão sobre ética de pesquisa. Os resultados estão disponíveis nos módulos “Percepção do estado de saúde, estilos de vida e doenças crônicas”, “Acesso e utilização dos serviços de saúde, acidentes e violências”, “Ciclos de vida” e “Indicadores de saúde e mercado de trabalho”.

O International Journal for Equity in Health é uma das fontes mais importantes para a pesquisa de determinantes sociais da saúde sob a óptica das políticas de saúde e sociais dos países. Oferece conteúdo em acesso aberto e revisado por pareceristas de instituições de referência internacionais, como a Johns Hopkins University. Periodicamente, publica suplementos especiais, por país como tema.

Debate com os autores

O lançamento do suplemento no Brasil será realizado no dia 07 de dezembro, em seminário do Centro de Estudos do Icict. Durante a atividade, pelo menos um dos autores de cada artigo irá participar de debate sobre os resultados encontrados. Os resumos de cada artigo serão apresentados pelos editores do suplemento, Célia Landmann Szwarcwald e James Macinko. Ao final da atividade, também haverá uma conversa com o pesquisador Paulo Buss, do Centro de Relações Internacionais da Fiocruz e colaborador da Organização Mundial de Saúde, tendo sido vice-presidente do Comitê Executivo entre 2010 e 2011. Ele irá discutir implicações nas políticas públicas, dentre avanços e desafios a serem enfrentados pelo Estado no campo da saúde.

Seminário do Centro de Estudos
Um panorama das desigualdades em saúde no Brasil: resultados da Pesquisa Nacional de Saúde – 2013

Quarta-feira, 7 de dezembro de 2016, 9h30 às 12h30

Salão de Leitura Henrique Leonel Lenzi – Biblioteca de Manguinhos – Campus Fiocruz
Av. Brasil 4.365 – Rio de Janeiro

Inscrições: eventos.icict.fiocruz.br
Vagas limitadas. Certi­ficados de participação disponíveis mediante cadastro no site.

 

Debate com os autores:

Social inequalities in health behaviors among brazilian adults: National Health Survey, 2013
Marilisa Berti de Azervedo Barros*, Margareth Guimarães Lima, Lhais de Paula Barbosa Medina, Celia Landmann Szwarcwald e Deborah Carvalho Malta
Professora do Departamento de Saúde Coletiva, Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, Universidade Estadual de Campinas

Socioeconomic inequalities in activities of daily living limitations and in the provision of informal and formal care for noninstitutionalized older Brazilians: National Health Survey, 2013
Maria Fernanda Lima-Costa*, Juliana V. M. Mambrini, Sérgio V. Peixoto, Deborah C. Malta e James Macinko
Pesquisadora do Laboratório de Epidemiologia e Antropologia Médica, Centro de Pesquisas René Rachou, Fundação Oswaldo Cruz

Inequalities in healthy life expectancy by Brazilian geographic regions: findings from the National Health Survey, 2013
Célia Landmann Szwarcwald, Paulo Roberto Borges de Souza Júnior, Aline Pinto Marques, Wanessa da Silva de Almeida e Dalia Elena Romero Montilla*
Pesquisadora do ICICT/Fiocruz

Coverage and equity in reproductive and maternal health interventions in Brazil: impressive progress following the implementation of the Unified Health System
Giovanny V. A França, María Clara Restrepo-Méndez, Maria Fátima S. Maria, Cesar G. Victora e Aluísio Jardim Dornellas de Barros*
Professor do Departamento de Medicina Social, Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Medicina

Regional and social inequalities in the performance of Pap test and screening mammography and their correlation with lifestyle: Brazilian National Health Survey, 2013
Mariza Miranda Theme Filha*, Maria do Carmo Leal, Elaine Fernandes Viellas de Oliveira, Ana Paula Esteves-Pereira e Silvana Granado Nogueira da Gama
Professora da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – ENSP/FIOCRUZ

Time trends in adult chronic disease inequalities by education in Brazil: 1998-2013
Hiram Beltrán-Sánchez e Flavia Andrade*
Professor, Department of Kinesiology and Community Health, University of Illinois at Urbana-Champaign, USA

Social inequalities in the prevalence of self-reported chronic non-communicable diseases in Brazil: National Health Survey 2013
Deborah Carvalho Malta*, Regina Tomie Ivata Bernal, Maria de Fátima Marinho de Souza, Celia Landmann Szwarcwald, Margareth Guimarães Lima e Marilisa Berti de Azervedo Barros
Professora do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública, Escola de Enfermagem, Universidade Federal de Minas Gerais

Educational inequalities in hypertension: complex patterns in intersections with gender and race in Brazil
Ronaldo Fernandes Santos Alves e Eduardo Faerstein*
Professor do Departamento de Epidemiologia do Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Changes in health care inequity in Brazil between 2008 and 2013
Pricila Mullachery*, Diana Silver e James Macinko
Professor, College of Global Public Health, New York University, USA

The effect of the Family Health Strategy on usual source of care in Brazil: data from the 2013 National Health Survey (PNS 2013)
Inês Dourado*, Maria Guadalupe Medina e Rosana Aquino
Professora do Instituto de Saúde Coletiva, Universidade Federal da Bahia

Inequities in Healthcare utilization: results of the Brazilian National Health Survey, 2013
Cristiano Siqueira Boccolini* e Paulo Roberto Borges de Souza Júnior
Pesquisador do ICICT/Fiocruz

Inequities in access to depression treatment: results of the Brazilian National Health Survey – PNS
Claudia de Souza Lopes*, Natália Hellwing, Gulnar de Azevedo e Silva e Paulo Rossi Menezes
Professora do Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Regional disparities in road traffic injury and their determinants in Brazil, 2013
Otaliba Libanio de Morais Neto*, Ana Lúcia Andrade, Rafael Alves Guimarães, Polyana Maria Pimenta Mandacarú e Gabriela Camargo Tobias
Professor do Departamento de Saúde Coletiva, Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, Universidade Federal de Goiás

The relationship between the Maria da Penha Law and intimate partner violence in two Brazilian states
Mariana V. Gattegno, Jasmine D. Wilkins e Dabney P. Evans*
Professor, Emory University, Rollins School of Public Health, Atlanta, USA

*(Debatedores)

 

Fonte: Bezerra A. Seminário e publicação lançam olhar para as desigualdades em saúde no Brasil. Rio de Janeiro: Icict/Fiocruz; 2016 Nov 28. [acesso em 28 nov 2016]. Disponível em: http://www.icict.fiocruz.br/content/semin%C3%A1rio-e-publica%C3%A7%C3%A3o-lan%C3%A7am-olhar-para-desigualdades-em-sa%C3%BAde-no-brasil

André Bezerra - Icict/Fiocruz

Deixe um comentário