Brasil precisa de mais produtividade e empregos para atingir metas do ODS 8

Por Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

01/10/19 | 16:10

Análise elaborada pelo Ipea sugere equilíbrio fiscal e ações de incentivo a investimentos para que o país cumpra os compromissos assumidos na ONU

Criar mais e melhores oportunidades de trabalho, com expansão do produto e da renda, é um dos caminhos indicados pelo Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nº 8 da Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo o Caderno ODS 8 elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), para que o Brasil avance nessa rota, é preciso acelerar investimentos que ampliem a produtividade e o emprego no país.

O ODS 8 contempla onze metas que abordam temas como produtividade; aumento do produto interno bruto (PIB) per capita; redução do trabalho infantil, do trabalho análogo à escravidão, dos acidentes de trabalho, da informalidade e do desemprego; entre outros.

De acordo com um dos pesquisadores que desenvolveram o estudo, Marcos Hecksher, o país está em lenta recuperação da economia há três anos e é preciso combinar o equilíbrio fiscal a ações que incentivem investimentos – em infraestrutura, qualidade da educação e formação profissional, por exemplo – para que “voltemos a registrar e passemos a sustentar taxas já atingidas em décadas recentes”.

Segundo os dados apresentados pelo Ipea, após acumular uma queda de 8,6% entre 2013 e 2016, o PIB per capita subiu 0,3% ao ano em 2017 e 2018, bem abaixo da meta 8.1 dos ODS adaptada ao Brasil, que era crescer 1,6% ao ano no triênio 2016-2018. Para 2019-2030, a meta é que o PIB per capita cresça em média 2,55% ao ano, o que, considerando a projeção populacional, equivale a um crescimento do PIB de 3,2% ao ano.

Além disso, o estudo mostra que o desemprego também piorou muito com a recessão e, desde o pico atingido em 2017, começou a diminuir, mas ainda segue distante de uma das metas estabelecidas no ODS 8 (meta 8.5), que implica ter menos de 7% de desemprego até 2030. Foram detectados ainda aumentos sucessivos na informalidade entre 2014 e 2018 e alta na proporção de jovens de 15 a 24 anos que não trabalham, não estudam, nem frequentam treinamento profissional (de 20,3% para 21,7%, entre 2016 e 2018).

A análise do Ipea destaca que “a economia mundial crescia nos últimos oito anos enquanto o PIB per capita brasileiro diminuía, o que salienta a urgência de acelerar a recuperação”.

“2030 é um prazo mais que razoável para o Brasil atingir as metas do ODS, mas não precisamos esperar todo esse tempo para conquistar cada uma delas”, acredita Marcos Hecksher.

Acesse o estudo completo.

 

Fonte: Brasil precisa de mais produtividade e empregos para atingir metas do ODS 8. Brasília: Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada; 2019 Set 24. [acesso em 01 out 2019]. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=35059&catid=10&Itemid=9

Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

Deixe um comentário