População negra e Covid-19: reflexões sobre racismo e saúde

Por SANTOS, Márcia Pereira Alves dos et al.

13/09/20 | 15:09

Resumo:  Este artigo tem por objetivo contribuir para a reflexão no tocante aos impactos da pandemia Covid-19 na população negra, tendo como marco disparador a necessidade premente de analisar as assimetrias que essa emergência sanitária global produz, particularmente em contextos de desigualdade social, como é o caso do Brasil, em que a população em situação de vulnerabilidade social pode ser representada majoritariamente pela população negra, em seus diferentes grupos específicos, tipificados por gênero, por restrições de acesso a educação, proteção social, moradia adequada, serviços de saneamento básico, internet, bem como por ocupação/desocupação, por espaço geográfico, por privação de liberdade, ainda que paradoxalmente, quantitativamente equivalha a maioria da população brasileira, que acumula os piores indicadores.

Palavras-chave: Racismo; População negra; Covid-19; Desigualdades em saúde; Vulnerabilidade social; Políticas públicas

 

Mais a respeito LEIA AQUI

 

Fonte: SANTOS, Márcia Pereira Alves dos et al. População negra e Covid-19: reflexões sobre racismo e saúde. Estud. av.,  São Paulo, v. 34, n. 99, p. 225-244, Ago.  2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.3499.014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142020000200225&lng=en&nrm=iso. Acesso em:  13  set.  2020.  

 

SANTOS, Márcia Pereira Alves dos et al.

Deixe um comentário