Arquivo de Entrevistas

Alberto Pellegrini Filho

Informe ENSP destaca a Conferência Regional sobre DSS em entrevista de Alberto Pellegrini Filho

Em entrevista concedida ao Informe ENSP, Alberto Pellegrini Filho destacou a CRDSS. “A primeira Conferência Regional sobre DSS no Nordeste pretende desencadear um processo de discussão no âmbito das diversas regiões do país, com o objetivo de analisar, desde a perspectiva dos DSS, a situação regional de saúde e das políticas e programas setoriais e intersetoriais em curso, visando contribuir para o desenho de intervenções adequadas a esses variados contextos”.

Entrevista com Alberto Pellegrini Filho | 06/08/13 - 12:08 | [Leia Mais] |

coordenador nacional da pesquisa "Impactos dos Agrotóxicos Agrícolas na Saúde e Ambiente na Região Centro-Oeste"

Agrotóxicos: a política brasileira de controle e a necessidade de pesquisas contínuas

Pesquisador da Fiocruz e coordenador da pesquisa “Impactos dos Agrotóxicos Agrícolas na Saúde e Ambiente na Região Centro-Oeste”, fala sobre a ligação da produção agrícola brasileira à política econômica do país, que deveria atentar mais para os aspectos relacionados com a saúde. Ele ainda destaca a importância de pesquisas contínuas sobre agrotóxicos. Outros pontos citados na entrevista são a forma como o país lida com a regulamentação e uso dos agroquímicos e com a saúde daqueles que trabalham manuseando estes compostos.

Entrevista com Josino Costa Moreira | 27/06/13 - 02:06 | [Leia Mais] |

Alberto Pellegrini Filho: entrevista ao programa Sala de Convidados

Rio +20 em debate no Canal Saúde, da Fiocruz

Alberto Pellegrini Filho falou sobre a relação entre o meio ambiente os Determinantes Sociais da Saúde, relacionando sua abordagem à Rio +20. “A equidade em saúde é uma importante dimensão do desenvolvimento sustentável e a Rio + 20 pode contribuir para sua consolidação na agenda global, enriquecendo as deliberações da Conferência Mundial sobre os Determinantes Sociais da Saúde (CMDSS) realizada em outubro de 2011″, disse ele.

Entrevista com Alberto Pellegrini Filho | 22/05/12 - 13:05 | [Leia Mais] |

Ricardo Henriques coordena a UPP Social

Superando a cidade partida

A interferência planejada do poder público em comunidades onde hoje existem Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), antes dominadas pelo tráfico, traz uma nova perspectiva social por meio da iniciativa do estado. A implantação da UPP Social, segundo seu diretor, se dá sempre com um fórum que reúne os agentes de cada comunidade e o poder público em torno das necessidades do local e os planos de cada instituição. A partir daí se estabelecem metas e acordos – um processo que chamamos de “Vamos Combinar”.

Entrevista com Ricardo Henriques | 29/04/12 - 23:04 | [Leia Mais] |

patricia.jaime

A redução da desnutrição infantil no Brasil é expressiva e realça desafios futuros

A Coordenadora Geral de Alimentação e Nutrição do MS fala sobre os avanços expressivos alcançados pelo Brasil na redução da desnutrição infantil nas últimas décadas. Houve queda de três vezes no déficit de peso para idade e de duas vezes no déficit de altura para idade em crianças menores de cinco anos entre 1996 a 2006. Destaca que a proposta do Observatório é coerente com a Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN), com base na determinação social da saúde.

Entrevista com Patrícia Jaime | 26/03/12 - 13:03 | [Leia Mais] |

anne-emanuelle-destaque

The WCSDH was a missed opportunity and the Rio Declaration lacked political teeth

Versão em português clique aqui Do you consider that WCSDH achieved its objective of defining strategies to combat health inequities through action on SDH? What would you emphasize in this […]

Entrevista com Anne-Emanuelle Birn | 19/12/11 - 13:12 | [Leia Mais] |

anne-emanuelle-destaque

A CMDSS foi uma oportunidade perdida e a Declaração do Rio pouco política

Como os estados e as Nações Unidas deverão abordar a injusta distribuição de poder, recursos e riqueza? Identificados como os principais fatores responsáveis pelas iniquidades em saúde, não foram discutidos pela CMDSS como era esperado. A Declaração do Rio ignorou as perspectivas de interesse público reunindo um denominador comum de ações vagas e sem mecanismos de responsabilização.

Entrevista com Anne-Emanuelle Birn | 18/12/11 - 23:12 | [Leia Mais] |