Arquivo de Entrevistas

8_cong_AF_funcia Credito Sinfar-MT

A extensão da ameaça da EC 86/2015 sobre o SUS

No contexto atual de recessão econômica e consequente paralisação do processo de redução das desigualdades socioeconômicas e regionais realizado nos últimos 12 anos, as mudanças introduzidas pela EC 86/2015 trarão prejuízos no atendimento à população. Segundo Francisco Funcia, da FGV, quadro de subfinanciamento do SUS será ainda mais forte

Entrevista com Francisco Funcia | 16/12/15 - 10:12 | [Leia Mais] |

sudene-2015

É preciso dar condições justas ao Nordeste

Novo presidente da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) pretende fortalecer politicamente a autarquia e fazer com que a região atinja 21% na participação do PIB brasileiro até 2030. Na visão de João Paulo  Lima, o desafio é proporcionar um desenvolvimento que seja inclusivo e sustentável

Entrevista com João Paulo Lima | 13/10/15 - 10:10 | [Leia Mais] |

marcos_costa_lima

Sem definirmos que tipo de desenvolvimento queremos, não podemos mudar o que está posto

O avanço da concentração de renda e riqueza, aliado à onda conservadora que se observa na América Latina, coloca em risco os ganhos sociais obtidos até agora e traz sérias ameaças de retrocesso político na região, inclusive no Brasil e no Nordeste. Para o cientista político Marcos Costa Lima, o capitalismo continua estimulando o crescimento da renda e da riqueza, mas pouco se fala da qualidade do desenvolvimento.

Entrevista com Marcos Costa Lima | 27/08/15 - 13:08 | [Leia Mais] |

I_Castro_MG_8884

10 anos do Suas: os desafios do sistema que organiza a assistência social em todo o País

Todo mundo conhece o SUS, mas poucos já ouviram falar do SUAS, o Sistema Único de Assistência Social, que organiza os serviços socioassistenciais de todo o país e faz a conexão com outras áreas, inclusive a da saúde, para acolher quem precisa. Nos seus 10 anos de existência, a secretária Nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Ieda Castro, falou sobre o que há para celebrar e quais são os principais desafios.

Entrevista com Ieda Castro | 19/08/15 - 13:08 | [Leia Mais] |

28mar14 Ana Paula (1)

Feminicídio se tornou crime hediondo. O que muda?

A lei do feminicídio deve ser entendida como uma “política afirmativa”, ou seja, como um mecanismo necessário para revelar e tratar uma condição desigual vivida por um grupo populacional específico, que, por essa mesma razão, é invisibilizado e não é alcançado pela legislação “geral” ou “universal”. Para pesquisadora, principal desafio para reduzir a violência entre as mulheres é incorporar a visão de gênero às políticas públicas de segurança e entender melhor os determinantes do contexto da morte violenta feminina

Entrevista com Ana Paula Portella | 12/08/15 - 09:08 | [Leia Mais] |

paulobuss

É na crise que se deve investir mais em proteção social

Além do desemprego e da queda no salário real, em meio à crise a população sofre com cortes orçamentários no Ministério da Saúde e nas transferências para estados e municípios. Nesse cenário, segundo Paulo Buss, a alternativa é reforçar orçamentos públicos – saúde, emprego, renda – para mitigar os efeitos da crise sobre a saúde das pessoas. Debates sobre as soluções, envolvendo as três esferas de governo, o parlamento e a sociedade civil são fundamentais.

Entrevista com Paulo Buss | 05/08/15 - 09:08 | [Leia Mais] |

mulherescapacitadasemtodoobrasil

Mulheres negras expõem como o racismo afeta suas vidas e, especialmente, sua saúde

Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileira (AMNB) está realizando pesquisa em todas as regiões brasileiras para mapear como se dá essa percepção. No Nordeste, grupo de Salvador (BA) participará da avaliação

Entrevista com Simone Cruz | 29/07/15 - 13:07 | [Leia Mais] | 5 Comentários »