Notícias sobre Determinantes Sociais da Saúde

Buss criticou organismos internacionais e defendeu a discussão de sustentabilidade e desenvolvimento regional a partir dos determinantes sociais (Foto: Diego Camelo)

Desenvolvimento regional e sustentabilidade dependem de agenda comum e de novo modelo de produção

Aperfeiçoamento dos mecanismos de cooperação, intersetorialidade e um novo modelo de desenvolvimento que colabore diretamente para reduzir as iniquidades sociais são necessidades prioritárias, segundo especialistas. Eles discutiram essas necessidades durante a Jornada Nacional de Saúde e Ambiente, realizada em Fortaleza.

Por Bruna Cruz | 14/05/15 - 10:05 | [Leia Mais] |

IMG_1557._peq

Jornada debate futuro dos campos da saúde e do ambiente no país

Encontro, promovido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) em Fortaleza (CE), discute agenda estratégica para os campos da saúde e ambiente. Papel estratégico da unidade da fundação no Ceará também foi posto em debate. Pesquisadores, poder público e movimentos sociais participam do evento.

Por Bruna Cruz | 14/05/15 - 10:05 | [Leia Mais] |

Fortaleza, capital do Ceará, sediará o evento (foto: Ministério do Turismo)

Fortaleza recebe Jornada Nacional de Saúde e Ambiente

Evento, promovido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), reunirá pesquisadores, poder público e movimentos sociais para discutir, entre os dias 11 e 15 de maio, agenda estratégica para os campos da saúde e ambiente

Por Bruna Cruz | 08/05/15 - 09:05 | [Leia Mais] |

Imagem: Freeimages.com

Redução de mortes por causas externas depende de ações intersetoriais

Mapa da Violência mostrou que o índice de homicídios no Nordeste é de 38,9 a cada 100 mil habitantes. As ações mais efetivas, embora apresentem bons números, ganha forma na repressão de um grupo bem específico: jovem, negro e de baixa renda. A resposta que precisa ser dada para mudar esse quadro é complexa e envolve uma série de ações combinadas entre si em áreas como educação, habitação e geração de oportunidades, entre outras, além de uma mudança de cultura que tende a naturalizar e banalizar a violência.

Por Maira Baracho | 30/09/14 - 11:09 | [Leia Mais] |

Imagem: Freeimages.com

Intersetorialidade é grande desafio para redução das iniquidades em saúde

Os problemas de saúde são parte de uma complexa questão de causalidade múltipla que afeta as populações e que exige a articulação de saberes e experiências para seus enfrentamentos. O maior desafio, segundo especialistas, está em superar a contradição entre a necessidade de integração de práticas e saberes em um aparato de Estado setorializado.

Por Maira Baracho | 25/09/14 - 09:09 | [Leia Mais] |

fome_no_brasil

Debatedores da 1a CRDSS avaliam propostas para redução da insegurança alimentar um ano após o evento

Voltamos a conversar som os integrantes da mesa que discutiu o tema na 1a Conferência Regional sobre Determinantes Sociais em Saúde do Nordeste, em setembro do ano passado. Eles repercutiram as propostas reunidas no documento final do evento. Ações intersetoriais que articulem diferentes formas de atuação são indispensáveis para enfrentar o problema, segundo os especialistas.

Por Maira Baracho | 18/09/14 - 09:09 | [Leia Mais] |

Freeimages.com

Especialistas discutem propostas de ação da 1ª CRDSS para o enfrentamento do problema da violência e drogas

Relação entre o uso de drogas e a violência merece uma reflexão mais aprofundada. Entes da federação precisam compartilhar conhecimentos para a formulação de ações multissetoriais e interdisciplinares, de forma a compreender toda a complexidade da determinação social sob a questão, que envolve questões de raça/etnia, gênero e território. Enfrentamento deve ser feito a partir do desarmamento de traficantes e de uma política de segurança nacional de vigilância de fronteira.

Por Maira Baracho | 10/09/14 - 08:09 | [Leia Mais] |