Posts marcados como " crack "

03_02_pico_morte_covid_grafico1

O pico da 2ª onda global da covid-19 tem o dobro de mortes, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

A pandemia da covid-19 continua avançando no mundo e, embora o número de casos tenha diminuído nas últimas semanas, o mês de janeiro, lamentavelmente, bateu todos os recordes de vidas perdidas. O pico do ano de 2020 ocorreu entre 14 e 20 de dezembro com 4,6 milhões de casos (mais de 656 mil casos diários). Nas duas últimas semanas o número de casos diminuiu em função dos feriados de fim de ano. Todavia, na semana de 04 a 10 de janeiro a OMS registrou mais 5 milhões de novos contágios em uma semana, sendo mais de 700 mil casos diários. Nas semanas seguintes os montantes diminuiram e ficaram em 3,6 milhões na semana de 25 a 31 de janeiro, com média em torno de 500 mil casos diários.

Por José Eustáquio Diniz Alves | 04/02/21 - 19:02 | [Leia Mais] |

Foto: Rafael Martins. *Foto de período anterior à pandemia do novo coronavírus.

Profundas fissuras sociais colocam as pessoas e o planeta em risco de colisão, segundo relatório do PNUD

A edição do 30º aniversário do Relatório de Desenvolvimento Humano, “A Próxima Fronteira: Desenvolvimento Humano e o Antropoceno”, considera que as pessoas e o planeta estão entrando em uma era geológica inteiramente nova, o Antropoceno ou era dos humanos. Nesse contexto, afirmam os autores, é chegado o momento de todos os países, ricos e pobres, redesenharem suas trajetórias de progresso, assumindo plenamente as tensões que estamos exercendo sobre a Terra e desmontando os enormes desequilíbrios de poder e de oportunidades que impedem a mudança. O relatório apresenta uma variante experimental do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Por PNUD Brasil | 15/12/20 - 22:12 | [Leia Mais] |

Foto: UNICEF/UN0359848/Schverdfinger

Covid-19: mais de 97% dos estudantes ainda estão fora das salas de aula na América Latina e no Caribe  

Mais de sete meses depois de declarada a pandemia, a Covid-19 continua colocando em pausa a educação de mais de 137 milhões de crianças e adolescentes na América Latina e no Caribe. Isso de acordo com um novo relatório do UNICEF sobre os impactos devastadores da Covid-19 na educação. Desde o início da pandemia, as crianças e os adolescentes da América Latina e do Caribe já perderam em média quatro vezes mais dias letivos (174) em comparação com o resto do mundo. Em uma região com mais de 11 milhões de casos de Covid-19 até o momento, milhões de estudantes correm o risco de perder um ano letivo inteiro. Enquanto as escolas estão gradualmente reabrindo em várias partes do mundo, a grande maioria das salas de aula ainda está fechada em toda esta região.

Por Por UNICEF | 01/12/20 - 21:12 | [Leia Mais] |

6

Impulsionado pelas mulheres, consumo de álcool cresce entre brasileiros em 2019

Os brasileiros estão consumindo mais bebidas alcoólicas. Ou melhor, as brasileiras: 17% das mulheres adultas afirmaram ter bebido uma vez ou mais por semana em 2019. O índice é 4,1 pontos percentuais maior do que era em 2013 (12,9%). Puxado por esse aumento entre as mulheres, 26,4% da população adulta afirmou ter bebido semanalmente em 2019 contra 23,9% em 2013. Esse é um dos resultados apresentados pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), divulgada hoje (18) pelo IBGE, em convênio com o Ministério da Saúde, com dados sobre a percepção do estado de saúde, estilos de vida, doenças crônicas e saúde bucal. Entre os homens, a variação não foi tão significativa: 36,3% para 37,1%, entre 2013 e 2019.

Por Publicado em Agência IBGE Notícias, Caio Belandi | 18/11/20 - 13:11 | [Leia Mais] |

Foto: Vinícius Marinho/Fiocruz Imagens

Diabetes é responsável por 43 amputações diárias no Brasil

O Brasil registra a marca de 43 amputações de membros inferiores por dia, decorrentes de complicações da doença. Os dados, do Ministério da Saúde, se referem à soma de 10.546 amputações feitas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) entre janeiro e agosto deste ano, ao custo de R$ 12,3 milhões. No mesmo período do ano passado, foram realizadas pelo SUS 10.019 amputações de membros inferiores em decorrência do diabetes, que custaram R$ 11,6 milhões. O crescimento no número de procedimentos em 2020 foi de 5,26%. A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) alerta que o principal motivo que leva a essas amputações é a falta de cuidados com a doença, a causa mais comum para amputações de pés e pernas, com cerca de 60%.

Por Akemi Nitahara/Agência Brasil | 14/11/20 - 04:11 | [Leia Mais] |

tuberculose_global_20201

Novo relatório da OMS sobre a tuberculose alerta sobre os efeitos da Covid-19

Em 2019, aproximadamente 1,4 milhão de pessoas morreram devido à tuberculose, a doença infecciosa que mais matou em todo o mundo e, cerca de 10 milhões de pessoas desenvolveram a doença naquele ano, porém, cerca de 3 milhões não foram diagnosticadas ou não foram oficialmente notificadas às autoridades nacionais, de acordo com a OMS. A situação é ainda mais preocupante para pessoas com tuberculose resistente a medicamentos. A OMS estimou cerca de 465 mil pessoas foram recentemente diagnosticadas com TB resistente aos medicamentos em 2019 e, destas, mais de 60% não conseguiram obter acesso ao tratamento.

Por Informe Ensp | 12/11/20 - 15:11 | [Leia Mais] |

água

Gestão comunitária da água cria alternativas para o saneamento rural

As políticas públicas implementadas em apoio ao modelo de Organizações Comunitárias de Serviços de Água e Saneamento (OCSAS) resultaram em avanços no saneamento básico em comunidades rurais do país. A conclusão é apresentada no estudo Soluções e Dificuldades do Saneamento Rural no Brasil, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A partir da análise de dados coletados pelo IBGE, pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e pesquisa de campo, entre 2018 e 2019, o trabalho apresenta alternativas no abastecimento de água e esgotamento sanitário que devem beneficiar, nos próximos anos, cerca de 17 milhões de pessoas que habitam em áreas rurais.

Por Ipea | 28/10/20 - 17:10 | [Leia Mais] | 2 Comentários »