Posts marcados como " Determinantes Sociais da Saúde "

Clipping de janeiro (2016)

Confira o clipping de janeiro nos destaques a seguir: Amamentar salva vida de bebê e mãe de todas as rendas, diz estudo Relatório aponta as maiores causas de morte infantojuvenil […]

Por Equipe Editorial do Portal DSS Brasil | 04/02/16 - 16:02 | [Leia Mais] |

Zika_genilton

Cidades sustentáveis e saudáveis: microcefalia, perigos do controle químico e o desafio do saneamento universal

O crescimento exponencial da epidemia de dengue (em 2015, o Ministério da Saúde registrou 1,649,008 casos prováveis desta virose no país e houve um aumento de 82,5% dos óbitos em relação ao ano anterior). A expansão territorial da infestação pelo Aedes aegypti atestam o fracasso da estratégia nacional de controle. Com o surgimento da epidemia do zika vírus, com repercussões ainda mais danosas ao ser humano, urge a revisão de nossa política e do programa de controle da infestação dos Aedes visando impedir a ocorrência de epidemias por arbovírus.

Por Abrasco – Associação Brasileira de Saúde Coletiva | 04/02/16 - 16:02 | [Leia Mais] |

pupa1_genilton_280308

Zika vírus: Que caminhos tomar para controlar a epidemia e como lidar com suas consequências?

Muitas são as opiniões a respeito da epidemia de microcefalia e das doenças vetoriais relacionadas ao Aedes aegypti, principalmente após a OMS declarar emergência mundial por microcefalia. Maiores ainda são as associações que vêm surgindo como consequências desse grave surto. Pesquisadores, instituições científicas e o governo correm contra o tempo em busca de soluções e estratégias eficientes para seu enfrentamento. No entanto, o que ficará quando a crise passar? Quem sofrerá suas consequências?

Por Informe ENSP | 04/02/16 - 15:02 | [Leia Mais] |

A evidência científica por si só é o suficiente para colocar políticas de equidade em saúde na agenda política?

As iniquidades sociais em saúde contribuem substancialmente para criar e perpetuar as desigualdades na distribuição de doenças e agravos à saúde entre os grupos populacionais. As políticas públicas devem ser elaboradas para reduzir o impacto das disparidades sociais e econômicas sobre os grupos em desvantagem social. Apesar de essas premissas serem amplamente reconhecidas, muito pouco tem sido observado em relação à adoção de políticas públicas saudáveis visando à redução das iniquidades sociais em saúde.

Por Gabriela Lamarca e Mario Vettore | 29/01/16 - 15:01 | [Leia Mais] |

PARÂMETROS E RESULTADOS DA PNAD 2014

Estão disponíveis as tabulações referentes à PNAD 2014, elaboradas por Sonia Rocha, Iets, e Samuel Franco, Iets / OPE Sociais. As tabelas referem-se a um conjunto de indicadores de pobreza […]

Por IETS - Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade | 22/01/16 - 16:01 | [Leia Mais] |

topo_nota_tecnica

Em 10 anos, redução da extrema pobreza foi de ao menos 63%

A Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc/Ipea) lançou uma nota técnica com uma série de análises feitas com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD – 2014). Os textos abordam questões como desigualdade e pobreza, as formas como as famílias brasileiras variam segundo o tipo de arranjo familiar, o desempenho do mercado de trabalho brasileiro por meio da comparação dos resultados de seus principais indicadores nos últimos 10 anos, as alterações recentes no mundo do trabalho segundo marcadores de gênero e raça, e a evolução de indicadores educacionais de acordo com os dados da Pesquisa.

Por Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada | 22/01/16 - 13:01 | [Leia Mais] |

csp01

Nova edição do ‘Cadernos de Saúde Pública’ trata da saúde urbana

Número temático sobre saúde urbana e seus marcos, dilemas, perspectivas e desafios, com destaque para conceitos inovadores e métricas orientados para aferir determinantes urbanos e sociais, bem como políticas públicas, originárias tanto do setor saúde quanto fora dele. A maioria dos artigos nesse fascículo considera a interligação dos determinantes urbanos e saúde. Além de abordagens teóricas que envolvem um debate sobre sistemas complexos, esse volume compreende estudos empíricos com conceitos e métodos inovadores, incluindo aqueles projetados para a avaliação das políticas públicas urbanas construídas sobre um enfoque intersetorial.

Por Informe ENSP | 12/01/16 - 16:01 | [Leia Mais] |