Posts marcados como " Tendências de mortalidade "

vacina_justica_epsjv_interna

Vacinação infantil abaixo da meta aumenta risco de novas epidemias

Enquanto o país vive a expectativa de mais doses de vacinas contra a covid-19, a imunização contra outras doenças já previstas no calendário segue abaixo da meta. Segundo dados do Ministério da Saúde, referentes a outubro de 2020, apenas 63,88% dos brasileiros se vacinaram contra a BCG (que protege contra formas graves da tuberculose) e 68,46%, contra o rotavírus humano (uma das principais causas de diarreia grave em lactentes e crianças jovens). A pasta ainda apontou que a maior cobertura vacinal de 2020 até a divulgação dos dados foi a Pneumocócica, com 71,98%. Se comparado ao ano anterior, houve uma diminuição de 16,61 pontos percentuais da vacinação. Em 2019, a meta não foi atingida e ficou na casa dos 80%.

Por Faculdade de Medicina da UFMG | 06/04/21 - 13:04 | [Leia Mais] |

close-up-of-future-mother (1)

Unicamp lidera estudo da OMS no Brasil sobre impacto da covid-19 na gestação

Um grupo de professores e pesquisadores da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), que lidera a partir do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) da Unicamp uma rede brasileira de estudos em Saúde Reprodutiva e Perinatal, vai coordenar um estudo simultâneo em várias maternidades do país sobre os impactos da Covid-19 na gestação, a convite da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além do Brasil, pelo menos outros seis países vão participar da pesquisa: Argentina, Chile, Índia, Bangladesh, Irã e Quênia. Desde o início da pandemia, os pesquisadores dessa rede – que existe há mais de 12 anos e reúne quase 30 maternidades de todo o país, a maior parte delas ligada a universidades.

Por Juliana Franco – Jornal da Unicamp | 19/03/21 - 16:03 | [Leia Mais] |

Sem-título-1

Ação Urgente é necessária para fazer frente à enorme crise da Educação na América Latina e no Caribe

A esteira da pandemia da COVID-19, a região da América Latina e do Caribe está vivenciando uma crise sem precedentes na área da educação que requer ação imediata para mitigar e reverter as perdas de aprendizagem, segundo novo relatório do Banco Mundial. Segundo dados de fevereiro de 2021, devido ao fechamento massivo de escolas, cerca de 120 milhões de crianças em idade escolar já haviam perdido ou corriam o risco de perder um ano letivo completo de educação presencial, com graves impactos educacionais, de acordo com o relatório “Agir agora para proteger o capital humano de nossas crianças: Os custos e a Resposta ao Impacto da pandemia da COVID- no Setor de Educação na América Latina e no Caribe”.

Por Banco Mundial | 19/03/21 - 15:03 | [Leia Mais] |

centrohospitalar_ini_interna

Covid-19: nota técnica aponta agravamento da pandemia

Em edição especial, o Boletim do Observatório Covid-19 Fiocruz publica nota técnica com um alerta de que, pela primeira vez desde o início da pandemia, verifica-se em todo o país o agravamento simultâneo de diversos indicadores, como o crescimento do número de casos e de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a alta positividade de testes e a sobrecarga dos hospitais. No momento, 19 unidades da Federação apresentam taxas de ocupação de leitos de UTI acima de 80% – no Boletim anterior eram 12. O cenário alarmante, segundo a análise, representa apenas a ponta do iceberg de um patamar de intensa transmissão no país. Diante disso, os pesquisadores acreditam ser necessária a adoção de medidas não-farmacológicas mais rigorosas.

Por Regina Castro (CCS/Fiocruz) – Agência Fiocruz de Notícias | 04/03/21 - 12:03 | [Leia Mais] | 2 Comentários »

OMS estima que 1 em cada 4 pessoas terão problemas auditivos até 2050

Quase 2,5 bilhões de pessoas em todo o mundo ─ ou uma cada quatro pessoas ─ viverão com algum grau de perda auditiva até 2050, adverte o primeiro Relatório Mundial sobre Audição da Organização Mundial da Saúde (OMS). Pelo menos 700 milhões dessas pessoas precisarão de acesso a cuidados auditivos e outros serviços de reabilitação, a menos que sejam tomadas medidas. “Nossa capacidade de ouvir é preciosa. A perda auditiva não tratada pode ter um impacto devastador na capacidade das pessoas de se comunicarem, estudar e ganhar a vida. Também pode afetar a saúde mental das pessoas e sua capacidade de manter relacionamentos”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

Por Organização Pan-Americana da Saúde | 02/03/21 - 11:03 | [Leia Mais] |

Determinantes sociais da saúde: desafios na terceira década do século 21

  Para assistir clique aqui  

Por Equipe Editorial do portal DSS Brasil | 08/02/21 - 11:02 | [Leia Mais] | 4 Comentários »

03_02_pico_morte_covid_grafico1

O pico da 2ª onda global da covid-19 tem o dobro de mortes, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

A pandemia da covid-19 continua avançando no mundo e, embora o número de casos tenha diminuído nas últimas semanas, o mês de janeiro, lamentavelmente, bateu todos os recordes de vidas perdidas. O pico do ano de 2020 ocorreu entre 14 e 20 de dezembro com 4,6 milhões de casos (mais de 656 mil casos diários). Nas duas últimas semanas o número de casos diminuiu em função dos feriados de fim de ano. Todavia, na semana de 04 a 10 de janeiro a OMS registrou mais 5 milhões de novos contágios em uma semana, sendo mais de 700 mil casos diários. Nas semanas seguintes os montantes diminuiram e ficaram em 3,6 milhões na semana de 25 a 31 de janeiro, com média em torno de 500 mil casos diários.

Por José Eustáquio Diniz Alves | 04/02/21 - 19:02 | [Leia Mais] |