Posts marcados como " violência "

Sem título

OMS realiza “encontro estratégico” sobre DSS

O Relatório da Comissão Global sobre DSS (2008) e a Declaração Política do Rio (2011) assinalaram a importância fundamental da ação sobre os Determinantes Sociais da Saúde para reduzir as iniquidades em saúde. A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas ressaltou igualmente a relevância da abordagem dos DSS para a consecução de seu objetivo principal: “ninguém será deixado para trás”. Desde 2018, verifica-se um compromisso renovado da OMS com a ação sobre os DSS, incluindo os determinantes sociais mais amplos que incidem sobre a equidade em saúde, que se reflete no 13⁰ Programa de Trabalho 2019-2023. Recentemente, foi criado um novo Departamento de Determinantes Sociais da Saúde que deverá liderar esse esforço, oferecendo oportunidade de fortalecer a narrativa global sobre DSS e redefinir o escopo das atividades da OMS nesta área. O encontro reuniu mais de 50 especialistas internacionais da área governamental e da academia, além de mais de 40 técnicos da OMS que vêm trabalhando sobre DSS e temas relacionados, para discutir prioridades para o trabalho futuro da OMS na área.

Por Equipe Editorial do Portal DSS Brasil | 18/10/19 - 16:10 | [Leia Mais] |

WhatsApp Image 2019-09-03 at 17.43.05

Centro de Estudos debate teorias contemporâneas e determinantes sociais da saúde

A próxima edição do Centro de Estudos da ENSP Miguel Murat de Vasconcellos debaterá Transformações contemporâneas, teoria social, e determinantes sociais da saúde. O Ceensp será coordenado pela pesquisadora da ENSP, Patrícia Tavares Ribeiro, coordenadora Centro de Estudos, Políticas e Informação sobre Determinantes Sociais da Saúde (Cepi-DSS/ENSP) e contará com a participação da pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP), Aurea Maria Zölner Ianni. O pesquisador da ENSP, Nilson do Rosário Costa, será o debatedor do Ceensp, que está marcado para a próxima quarta-feira, 11 de setembro, a partir das 13h30. A atividade é aberta aos interessados. Os trabalhos recentes da pesquisadora Aurea Maria Zölner Ianni, em especial o livro ‘Mudanças Sociais Contemporâneas e Saúde: Estudo Sobre Teoria Social e Saúde Pública no Brasil’, propõem um olhar renovado sobre a relação saúde e sociedade e a contribuição das ciências sociais para a compreensão dos processos de adoecimento e dos determinantes sociais da saúde nas sociedades hipercomplexas contemporâneas.

Por Informe Ensp | 04/09/19 - 12:09 | [Leia Mais] |

Pesquisa do IBGE mostra que 38,2% dos municípios brasileiros têm política de saneamento básico - Marcello Casal Jr / Arquivo Agência Brasil

Seminário debaterá saúde e saneamento na Agenda 2030

Saúde e saneamento estão intimamente ligados. Sociedades saudáveis passam por ambientes saudáveis. Estima-se que a cada R$1 gasto em saneamento, R$4 sejam economizados em saúde. Os dois temas estão presentes nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 3 e 6 e serão foco de um evento na Fiocruz no início do próximo ano. Uma reunião para discutir a organização do Seminário Nacional de Saneamento, Saúde e Direitos Humanos na Agenda 2030 foi realizada no Salão Internacional da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz), na última terça-feira (20/8), com a presença de representantes de diversas instituições nacionais e internacionais e órgãos do governo. O evento representa uma soma de forças institucionais para responder a uma grave ameaça à saúde pública. Na reunião, foram apresentados dados sobre a Agenda 2030, a situação de água e saneamento na América Latina e a atuação das instituições presentes sobre o tema.

Por Julia Dias | 29/08/19 - 16:08 | [Leia Mais] |

Pesquisa revela dados sobre o consumo de drogas no Brasil

Entre maio e outubro de 2015, pesquisadores entrevistaram cerca de 17 mil pessoas com idades entre 12 e 65 anos, em todo o Brasil, com o objetivo de estimar e avaliar os parâmetros epidemiológicos do uso de drogas. O 3° Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira foi coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e contou com a parceria de várias outras instituições, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Instituto Nacional de Câncer (Inca) e a Universidade de Princeton, nos EUA.
A divulgação da pesquisa científica destinada à realização do 3° Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira é o primeiro resultado de entendimentos iniciais entre a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) do Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Fiocruz, no âmbito da Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Pública Federal, órgão da Advocacia-Geral da União.

Por Fundação Oswaldo Cruz | 15/08/19 - 15:08 | [Leia Mais] |

Aumento da ocorrência do excesso de peso infantil tem atingido mais famílias de baixo poder aquisitivo

Estudo indica que adolescentes pobres estão obesos e desnutridos

Mesmo obesos, adolescentes brasileiros ainda possuem traços de desnutrição, conforme mostra um estudo publicado na edição mais recente da revista PLOS One, uma das mais renomadas na área de saúde do mundo. Os pesquisadores encontraram a presença das duas condições especialmente nos estudantes de escola pública, que ainda apresentaram um aumento dos índices de excesso de peso nos últimos anos. A investigação, realizada por pesquisadores da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia), é a primeira no Brasil que observa fatores socioeconômicos associados a desnutrição e obesidade. “Poucos são os estudos que trazem estes desfechos nutricionais apresentados de forma simultânea”, enfatizou a pesquisadora Júlia Uzêda.

Por Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs) | 31/07/19 - 15:07 | [Leia Mais] |

obje

Estudo avalia avanços e desafios do país no combate à fome

Por meio do estudo ODS 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apresenta um relatório sobre a situação brasileira em relação ao cumprimento do segundo de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, assinada em 2015 por 193 países membros da Organização das Nações Unidas (ONU). A pesquisa aponta que, em uma década, o Brasil avançou no combate à fome e na construção de sistemas públicos que garantem o acesso a alimentos e incentivam a agricultura sustentável.
O estudo mostra que a situação de insegurança alimentar moderada ou grave caiu de 59,7% em 2004 para 27,4% em 2013. A modalidade mais grave de insegurança alimentar – constatada com a redução quantitativa de alimentos entre crianças e quando alguém fica o dia inteiro sem comer por falta de dinheiro – baixou de 6,9% para 3,2% no período, e o país saiu do mapa da fome. O levantamento utiliza a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (Ebia), também usada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Por Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada | 15/07/19 - 16:07 | [Leia Mais] |

Consultora defende que a cooperação internacional em saúde pode levar à maior inovação, necessária para solucionar os grandes desafios globais (foto: Peter Ilicciev)

Consultora fala sobre desigualdade na tecnologia da saúde como grande desafio contemporâneo

A Fiocruz recebeu (27 e 28 de junho) a visita da consultora sênior da Comissão Europeia em políticas de saúde, sociais e de migração, Lieve Fransen. A consultora se reuniu com representantes da Fiocruz para debater a realização da próxima Conferência Global sobre Tecnologia e Inovação Sustentáveis (G-STIC), que acontece no final do ano, em Bruxelas e da qual a Fiocruz é co-anfitriã. Ela aproveitou a ocasião para conhecer as instalações do campus de Manguinhos (RJ) e discutir possíveis colaborações internacionais da Fundação. Fransen começou sua carreira como médica, trabalhando em países africanos, como Moçambique, Cabo Verde e Ruanda, e se especializou em medicina tropical. Posteriormente, trabalhou com políticas públicas para saúde em organismos internacionais, como ONGs e agências da ONU, e participou da criação de estudos, programas e fundos para a área da saúde, como o Fundo Global para Aids, Malária e Tuberculose. Atualmente, ela atua como consultora o G-STIC e para diversas organizações e empresas em áreas como saúde, educação e direitos das crianças.

Entrevista com Lieve Fransen | 04/07/19 - 14:07 | [Leia Mais] |