Tema 2: Há um consenso e um discurso generalizado a favor das vantagens da participação. E na prática?

0

Por Bernardo Kliksberg

10/10/11 | 23:10

Bernardo Klisberg fará a Nota Introdutória ao Tema 2 da Conferência Mundial sobre DSS

Como foi destacado em Alma-Ata, a participação é fundamental para avançar na melhoria da saúde e, é também um direito essencial. Há um consenso sobre suas múltiplas vantagens e há um discurso generalizado a favor da participação. Por que, então, é tão lento seu progresso na prática?

Entre os obstáculos se encontram a visão reducionista tecnocrática da saúde, a existência de uma cultura organizacional formalista de corte burocrático, a subestimação do potencial das comunidades para participar e, finalmente, a resistência a delegar poder real a estas comunidades.

Estes obstáculos podem ser enfrentados, mas, para isso deve haver mudanças como capacitar aos que deveriam implementar a participação, criar uma institucionalidade para apoiá-la, preparar as comunidades e investir em participação. Um ponto central para o sucesso é mobilizar e empoderar as organizações das comunidades pobres.

São muito estimulantes os resultados das experiências genuínas de participação em saúde. Mostram também como a própria experiência de participar fortalece e permite aprofundar crescentemente o processo de participação.

Não se pode seguir adiando a colocação deste tema no centro da agenda de saúde, num mundo onde as pessoas exigem massivamente que sua voz seja escutada e realmente levada em conta.

Citação Bibliográfica

Kliksberg B. Tema 2: Há um consenso e um discurso generalizado a favor das vantagens da participação. E na prática? [Internet]. Rio de Janeiro: DSS Brasil; 2011 Out 10 [acesso em]. Disponível em: http://cmdss2011.org/site/2011/10/promovendo-a-participacao-lideranca-comunitaria-para-a-acao-sobre-os-determinantes-sociais/

Bernardo Kliksberg

Professor Honorário da Universidade Nacional de Buenos Aires e membro do Grupo Assessor da Conferência Mundial sobre Determinantes Sociais da Saúde. Assessor Especial da ONU, UNICEF, UNESCO, OIT, OEA, a OPAS e OMS. Presidente da Rede Ibero-americana de Universidades, composta por 200 universidades na América Latina, Espanha e Portugal.

Tags: Participação Social, Redes Comunitárias