Destaques

nascer

Fiocruz lança série em DVD “Nascer no Brasil” em um seminário sobre o tema nesta terça-feira, 16/12

Por Comunicação Social Icict

12/12/14 | 16:12

O retrato do nascimento na voz das mulheres é o tema da série em DVD Nascer no Brasil lançada pela VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no dia 16 de dezembro, de 14h às 17h, na Biblioteca de Manguinhos, no campus da Fiocruz. O DVD contém dois títulos: Parto, da violência obstétrica às boas práticas, com 20 minutos, e Cesárea, mitos e riscos, de 17 minutos, ambos dirigidos, fotografados e produzidos por Bia Fioretti, publicitária especialista em Criação e Comunicação em Saúde Pública. A ideia do vídeo é dar voz aos números da pesquisa Nascer no Brasil – Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento, estudo inédito coordenado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz).

[Leia Mais] |

FOTOLIA1

IBGE divulgou panorama da expectativa de vida e mortalidade no país

Por Jaqueline Pimentel

11/12/14 | 12:12

Divulgados na última semana dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) traçaram um panorama sobre esperança de vida e mortalidade no Brasil. Segundo as informações, em 2013 a esperança de vida ao nascer no Brasil era de 74,9 anos (74 anos, 10 meses e 24 dias), um incremento de 3 meses e 25 dias em relação a 2012 (74,6 anos). Os números reforçam que a população vem crescendo tanto por conta do decréscimo da mortalidade, quanto do aumento do número de anos de vida da população. Entre os homens o crescimento da expectativa de vida foi de 71,0 anos em 2012 para 71,3 anos em 2013. Com relação à população feminina passou de 78,3 anos para 78,6 anos. Em 1980, a cada mil pessoas que chegavam aos 60 anos, era possível afirmar que 656 não completariam 80. No entanto, em 2013 este número caiu para 427, o que representa mais de 30% de queda.

[Leia Mais] |

Determinantes sociais da saúde, a cobertura de saúde universal e desenvolvimento sustentável: estudos de caso de países latino-americanos

Por Por Prof Luiz Odorico Monteiro de Andrade PhD, Prof Alberto Pellegrini Filho PhD, Prof Orielle Solar PhD, Félix Rígoli MD, Prof Lígia Malagon de Salazar PhD, Prof Pastor Castell-Florit Serrate PhD, Kelen Gomes Ribeiro MSc, Theadora Swift Koller MSc, Fernanda Bravo Natasha Cruz MSc, Prof Rifat Atun FRCP

05/12/14 | 17:12

Existem muitos determinantes da saúde e doença intrinsecamente relacionados, incluindo status social e econômico, educação, emprego, habitação e exposições físicas e ambientais. Esses fatores interagem para afetar cumulativamente a carga de saúde e doença dos indivíduos e populações e para estabelecer as iniquidades e disparidades em saúde entre e dentro dos países. Modelos biomédicos de cuidados de saúde diminuem as consequências adversas da doença, mas não são suficientes para efetivamente melhorar a saúde individual e da população e promover a equidade em saúde.

[Leia Mais] |

Comentários Recentes