Destaques

Série: Avanços e retrocessos na implementação da Agenda 2030 e ODS na América Latina e Caribe (3)

Por Prof. Paulo M. Buss

25/07/17 | 15:07

A iniciativa mais importante e abrangente sobre a Agenda e os ODS na ALC, até o momento, é o Fórum dos Países da América Latina e do Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável, criado pelos Estados-membros da Comissão Económica das Nações Unidas para a América Latina e o Caribe (CEPAL), em sua sessão anual de 2016, realizada na Cidade do México. A proposta materializou-se na resolução 700 (XXXVI), que o cria como mecanismo regional para acompanhar e analisar a aplicação e o acompanhamento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, os ODS, suas metas e meios de implementação, e da Agenda para Ação Adis Abeba sobre o Financiamento do Desenvolvimento. Posteriormente, o Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC) aprovou a criação do Fórum através da sua Resolução 2016/12. O Fórum é liderado pelos Estados e aberto à participação de todos os países da América Latina e do Caribe.

[Leia Mais] |

leish

Informe Epidemiológico das Américas. Leishmanioses

Por Organização Pan-Americana da Saúde

13/07/17 | 14:07

Nas Américas, as leishmanioses seguem sendo um problema de saúde pública devido a sua magnitude e complexidade clínica, biológica e epidemiológica. Afeta predominantemente os mais pobres, sobretudo em países em desenvolvimento, fato requer um esforço coletivo e um compromisso compartido entre os governos, as organizações, instituições e a sociedade para seu controle. Em 2016, os Estados Membros da Organização Pan-Americana da Saúde – OPS/OMS aprovaram mediante a Resolução CD55. R09 do Conselho Diretivo o Plano de ação para eliminação das doenças negligenciadas e medidas posteriores a eliminação 2016-2022. Neste Plano de ação, foram definidos objetivos específicos para o fortalecimento da vigilância e controle das leishmanioses nas Américas. Com este propósito, foi elaborado o Plano de Ação de Leishmanioses das Américas 2017-2022, detalhando as metas, indicadores e linhas de ações para reduzir a morbidade e mortalidade por leishmanioses na Região.

[Leia Mais] |

obje

Série: Agenda 2030 e ODS: Documentos úteis para alimentar o debate entre acadêmicos e políticos (2)

Por Prof. Paulo M. Buss

12/07/17 | 17:07

Documentos importantes, preparados por comissões independentes de alto nível sobre o processo de desenvolvimento na esfera global, que devem ser conhecidos pelos interessados no processo, pela qualidade de seus dados e pela pertinência de suas conclusões e recomendações são:
1) o Informe da Comissão Universidade de Oslo – The Lancet (2014);
2) o Informe da Comissão The University College London – The Lancet (2012);
Outros dois documentos sobre questões ambientais que trazem informações abundantes e posições polêmicas são:
1) o Informe da Comissão The Fundação Rockefeller – Lancet (2016);
2) o Informe sobre Saúde e Mudanças Climáticas (2015);
Mais dois documentos úteis, sempre que utilizados de forma crítica, foram publicados recentemente pelo Banco Mundial:
1) o Relatório sobre o Desenvolvimento Mundial 2017: Governança e o Direito;
2) o Atlas sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 2017.

[Leia Mais] |