Destaques

High school students wearing masks on their way home

Os desafios da volta às aulas presenciais

Por Cláudia Costin - FGV Social

13/04/21 | 13:04

Depois de cerca de 40 semanas distantes das salas de aula, dada a pandemia de COVID em que ainda estamos imersos, lentamente começam a retornar às escolas milhões de estudantes brasileiros. Eles voltam em meio a temores ainda fortes de riscos de contaminação, mas também com a consciência de que haverá um constante abrir e fechar, se casos forem identificados, senão de escolas inteiras, certamente de “bolhas” ou grupos de alunos, em que se dividem agora as turmas, para assegurar algum distanciamento social. Também poderão acontecer “lockdowns” que nos levem a interromper o acesso presencial às aulas, se a vacinação for muito lenta ou se surgirem novas variantes não cobertas pelos atuais imunizantes.

[Leia Mais] |

vacina_justica_epsjv_interna

Vacinação infantil abaixo da meta aumenta risco de novas epidemias

Por Faculdade de Medicina da UFMG

06/04/21 | 13:04

Enquanto o país vive a expectativa de mais doses de vacinas contra a covid-19, a imunização contra outras doenças já previstas no calendário segue abaixo da meta. Segundo dados do Ministério da Saúde, referentes a outubro de 2020, apenas 63,88% dos brasileiros se vacinaram contra a BCG (que protege contra formas graves da tuberculose) e 68,46%, contra o rotavírus humano (uma das principais causas de diarreia grave em lactentes e crianças jovens). A pasta ainda apontou que a maior cobertura vacinal de 2020 até a divulgação dos dados foi a Pneumocócica, com 71,98%. Se comparado ao ano anterior, houve uma diminuição de 16,61 pontos percentuais da vacinação. Em 2019, a meta não foi atingida e ficou na casa dos 80%.

[Leia Mais] |

close-up-of-future-mother (1)

Unicamp lidera estudo da OMS no Brasil sobre impacto da covid-19 na gestação

Por Juliana Franco – Jornal da Unicamp

19/03/21 | 16:03

Um grupo de professores e pesquisadores da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), que lidera a partir do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) da Unicamp uma rede brasileira de estudos em Saúde Reprodutiva e Perinatal, vai coordenar um estudo simultâneo em várias maternidades do país sobre os impactos da Covid-19 na gestação, a convite da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além do Brasil, pelo menos outros seis países vão participar da pesquisa: Argentina, Chile, Índia, Bangladesh, Irã e Quênia. Desde o início da pandemia, os pesquisadores dessa rede – que existe há mais de 12 anos e reúne quase 30 maternidades de todo o país, a maior parte delas ligada a universidades.

[Leia Mais] |

Comentários Recentes